Este é o mais novo espaço de nosso Arraial, buscando sempre semear novos conhecimento e esclarecimentos na divulgação da Doutrina dos Espíritos...

16 de dez de 2012

MEDIUNIDADE A SERVIÇO DO BEM


Como ser médium com Jesus?
O que é preciso?
Como mudar nossa sintonia?

Muito já refletimos sobre isso, como ser médium com Jesus. Ou seja, como usar a mediunidade a serviço do bem.
Médium bom =  homem bom
Como ser bom?
Basta não fazer o mal para ser bom?
A fé deve ser ativa e para isso, não basta nos omitirmos de fazer o mal, é preciso ação no bem.
O que é fazer o bem?
O que é ser bom?
Basta não matar, roubar, agredir para ser bom?
Basta dar uma esmola, uma cesta básica, um favor qualquer, para fazer o bem?
O que significa este conceito: ” a quem mais foi dado, mais será pedido?”
Entendemos que quanto mais evoluímos, mais aprendemos e amadurecemos, mais conhecimento adquirimos . Nossa responsabilidade está em razão do conhecimento adquirido, quem tem mais pode oferecer mais, o que é justo.
Com o advento da Doutrina Espírita, aprendemos muito mais sobre o que é ser bom e o que é fazer o bem, por isso, já temos outras atribuições a fazer para a  melhor prática do bem.
Muitos médiuns dizem que não entendem por que se desequilibram, desde que estão sempre na Casa Espírita e procuram sempre fazer o bem, não desejam o mal dos outros e ajudam o quanto podem a todos os necessitados.
Analisemos a questão com maior profundidade.
Todos os nossos pensamentos criam imagens . Estas imagens são fluídicas, pois os fluidos são o veículo de nosso pensamento. Os Espíritos também são fluídicos e estas imagens para eles são totalmente visíveis, como para nós é o mundo material. Eles vão se ligar àqueles que pensam como eles, como nós temos a tendência de nos aproximarmos daqueles que pensam com nós, no mundo material. É o curso natural da vida. Semelhante atrai semelhante.
Analisemos...
Os lindos cumprimentos para o que foi promovido, com a inveja no coração...
As lindas palavras de compreensão , com a crítica no pensamento...
O elogio à nova apresentação pessoal e o escárnio no coração...
O perdão dos lábios , já planejando as novas linhas de vingança...
E no trabalho espiritual?
O colega de trabalho não está ministrando o passe corretamente...
O dirigente do trabalho espiritual não orientou o colega a contento ou  não nos convidou para as tarefas de maior importância na equipe de médiuns...
Que tipo de imagens estamos criando?
O sorriso nos lábios e o pensamento criticando o colega não passa despercebido aos Espíritos. 
Podemos ocultar nossos reais sentimentos dos encarnados, mas não dos Espíritos.
É assim que geramos a sintonia com os Espíritos.
As pequenas atitudes não passam despercebidas...
A reforma íntima precisa ser real, de dentro para fora, ou seja, de coração. A cada dia  ser um pouco melhor e buscar se conhecer melhor. Negar o sentimento não resolve .
Espírita sentindo inveja?
Guardando ressentimento?
Desejando a vingança?
Criticando e reclamando?
Não, não pode, é errado...
Sim, é verdade, esses sentimentos não são bons, porém, são reais e não é negando que vamos mudá-los ou eliminá-los. È preciso aceitar e entender o motivo de estar sentindo isto e buscar a mudança a partir daí. Não adianta cobrar uma perfeição que ainda não temos, gerando culpas e traumas.
A mudança deve ser agradável e feliz, não um martírio, uma imposição.
Cada conquista, cada mudança , cada vitória sobre nós mesmos deve ser comemorada com alegria, valorizando o pouco para que possamos conquistar o que desejamos na totalidade.
Seremos bons médiuns quando formos pessoas boas, com bons sentimentos, boas atitudes, boas ações...é nisso que devemos nos concentrar.
Mudar, crescer, amadurecer....para aprender, servir e ajudar.
Compreender mais, se colocar no lugar do outro.
Ter mais paciência e tolerância com as dificuldades do próximo, entender o seu ritmo e aceitar o que ele pode oferecer, sem cobranças, pois “ cada um só dá o que tem”.
Amar verdadeiramente, sem impor condições.
Praticar a caridade do perdão, da indulgência, do silêncio, da amizade, da fraternidade e da solidariedade.
Desta forma, sendo pessoas melhores, seremos médiuns melhores, teremos ao nosso lado Parceiros Espirituais melhores e  colocaremos nossa mediunidade a serviço do bem.

Muita luzzzzzzzzzzz


Luciane Ruis




2 comentários:

  1. Anônimo22:43

    Lindo! abraços fraternos!
    Ass.: Luciane (xará)

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos muito o comentário irmã querida.
    Deus contigo sempre.

    ResponderExcluir

O objetivo do blog é apresentar a mediunidade à luz da Doutrina Espírita.
Estabelecemos a gentileza e a cortesia como norma de tratamento entre todos, sempre respeitando a opinião do próximo, para que estejamos sempre em um padrão vibratório positivo, que atrairá a proteção dos Benfeitores Espirituais para nosso trabalho.