Este é o mais novo espaço de nosso Arraial, buscando sempre semear novos conhecimento e esclarecimentos na divulgação da Doutrina dos Espíritos...

6 de ago de 2012

MÉDIUNS E SENSIBILIDADE

Entro em certos ambientes e sinto a vibração?
A aproximação de certas pessoas me causa calafrios?
Sinto a angústia e a tristeza dos outros?


Já comentamos em outras publicações que médiuns todos o são , em diversas graduações, dependendo da missão de cada um. Que  a mediunidade não é privilégio do Espiritismo, mas pertence a todo ser humano,independente de sua crença ou mesmo para aquele que em nada crê. Que o homem abusa de tudo e que a mediunidade não escapa a esta regra. Muitos a utilizam para o mal ou para benefício próprio.
E qual a diferença do médium espírita?
Quem se considere um médium espírita deve fazer bom uso da faculdade, seguindo a orientação de Jesus sobre dar de graça o que de graça receber e buscar o auxílio dos Bons Espíritos no desenvolvimento de suas tarefas. Para que isto ocorra, é preciso que tenha afinidade com estes Espíritos, gerando uma sintonia, que só pode se efetivar com a prática do bem e do amor. Este médium precisa estudar, ter disciplina e equilíbrio.
Embora sua faculdade só deva ser exercida no Centro Espírita, isto não significa que a sensibilidade do médium fique bloqueada no dia  a  dia.
Muitos médiuns entram em determinados ambientes e sentem a vibração, a energia do ambiente . O mesmo pode ocorrer diante de uma pessoa que se aproxima. Se o local ou  pessoa estiver em desequilíbrio, o médium pode sentir um mal estar, por que é sensível às energias. O mesmo ocorre quando alguém sente alguma dor , ele pode sentir, como também os sentimentos da pessoa, se está angustiada, triste, nervosa... e às vezes pode ser um sonho, uma vidência, uma premonição...
E como lidar com isto?
Quando falamos que o médium precisa estudar é principalmente para entender o que ocorre com ele e como lidar com a sua mediunidade,  a fim de não se desequilibrar.
Que discípulos de Jesus seríamos se não pudéssemos entrar em determinados locais ou nos aproximarmos de certas pessoas por que passamos mal?
Que a utilidade  de nossa mediunidade ?
O médium pode sentir, porque não tem como bloquear sua sensibilidade, mas não é por isso que tem que se desequilibrar ou ficar mal como a pessoa ou o local onde está.  Para isso que existe a educação mediúnica, para que o médium saiba como se desligar das energias negativas, sem se prejudicar, senão ele será mais  um a dar trabalho e não a trabalhar. Através de orientações e treinos, nas escolas de médiuns, ele aprende a como fazer isto. Sempre devemos lembrar da importância da prece, pois o seu papel é vibrar por aqueles por quem sente a energia negativa e se desligar. Como nos orientou Jesus: “...sacudir a poeira e seguir em frente...”. 
Não pode ficar ligado ao local ou ao problema da pessoa, senão vai se sintonizar com essa energia e se desequilibrar também.
Outra coisa importante é que o médium deve filtrar aquilo que fala. Às vezes ele pode ver um irmãozinho espiritual de baixa condição vibratória ao lado de alguém, mas não vai dizer isso à pessoa, que pode se apavorar e piorar a situação. A forma de ajudar é tentar levá-la a mudar de padrão vibratório, assim ela mesma vai quebrar a sintonia negativa. Convidá-la se possível a ir ao Centro Espírita, fazer o Evangelho no Lar, estudar mais Jesus , etc. e se a pessoa não aceita a Doutrina Espírita, deve orientar a melhorar os pensamentos, ser mais positiva, pensar mais em Deus, ser mais alegre, etc... Enfim, há várias formas de ajudar, porque a mediunidade com Jesus sempre deve ter um fim útil e para fazer bem ao próximo.
O médium precisa vigiar e orar para não perder as oportunidades de ajudar, com amor e sem desequilíbrio.
Somos médiuns o tempo todo e não só no Centro Espírita, por isso sempre devemos praticar a mediunidade com Jesus.

Muita luzzzzzzzz

Luciane Ruis

10 comentários:

  1. Anônimo05:52

    O que importa sempre é a seguinte pergunta: O QUE FAZER COM ISSO? Não é à toa que esta sensibilidade se faz presente em todos nós. Se temos isso é porque temos a capacidade de ajudar quando sentimos um ambiente de vibrações mais pesadas. COMO AJUDAR? Vibrando, colocando-nos em prece e pedindo aos Mentores Amigos para que higienizem aquele local com luz, com vibrações de amor e harmonia. Basta deixar o coração falar com sinceridade que os Bons Espíritos começam a agir. Mas, importante dizer que devemos nos manter vigilantes o tempo todo, principalmente se nossa mediunidade e sensibilidade for grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocado irmão querido! Suas palavras demonstram o quanto vale a pena estudar, entender, para bem praticar.
      Agradecemos a participação.
      Deus contigo sempre.

      Excluir
    2. Ou seja.. kkkkkkk vá ao centro mediúnico que vc vai ter suas respostas!
      vai na fé!

      Excluir
    3. Sim, cara irmã, a Casa Espírita sempre nos trará muito esclarecimento.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzzzzz

      Excluir
  2. Anônimo08:27

    Luciane Ruis, adorei esta postagem. *Beijinhos* Lídia Fonseca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida!
      Ficamos muito felizes que tenha apreciado nosso texto e que ele possa ser útil.
      Participe sempre!
      Muita luzzzzzzzzzz

      Excluir
  3. Anônimo12:12

    Frequento a Doutrina Espírita há cerca de 30 anos, lido com essas sensações normalmente com a ajuda dos nossod queridos guias benfeitores. Quando vejo ou até pensar numa pessoa sei que não está bem, muitas das vezes até pelo telefone, mas assim que eu sinta algo estranho peço logo ajuda ao Divino Mestre, o que falo não sei, mas que as pessoas ficam melhores lá isso ficam. Dou Graças a Deus a toda a hora por ter tão boa assistência espiritual !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, irmão querido, o que seria de nós sem a ajuda dos Benfeitores Espirituais? Está corretíssimo.
      E se eles o assistem é porque tem sintonia com eles, está praticando o Evangelho de Jesus. Persevere.
      Agradecemos muito a participação.
      Deus contigo sempre.

      Excluir
  4. Anônimo12:21

    Sim, somos médiuns, o tempo todo! O mais importante para todos nós é que mantenhamos o equilíbrio, que adquirimos através da educação mediúnica e, principalmente, através do estudo do Evangelho, pondo em prática os ensinamentos do Mestre Jesus, respeitando a nós mesmos e aos outros. Regina Corrêa de Sá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, irmã querida. O equilíbrio é fundamental, por isso o estudo tanto nos auxilia, junto com nossa reforma íntima.
      Agradecemos muito a participação.
      Deus contigo sempre.

      Excluir

O objetivo do blog é apresentar a mediunidade à luz da Doutrina Espírita.
Estabelecemos a gentileza e a cortesia como norma de tratamento entre todos, sempre respeitando a opinião do próximo, para que estejamos sempre em um padrão vibratório positivo, que atrairá a proteção dos Benfeitores Espirituais para nosso trabalho.