Este é o mais novo espaço de nosso Arraial, buscando sempre semear novos conhecimento e esclarecimentos na divulgação da Doutrina dos Espíritos...

20 de mai de 2013

MEDIUNIDADE E SEXUALIDADE


O médium deve abster-se do sexo?
O sexo desequilibra o médium?
Como conciliar mediunidade e sexualidade?

Em 1945, quando do lançamento do livro “ Missionários da Luz”, o Espírito André Luiz, através da psicografia de Francisco Cândido Xavier, nos trouxe um conhecimento muito importante sobre a epífise ou glândula pineal. Ele mesmo, como médico, tinha conhecimentos muito limitados sobre as funções da glândula e foi surpreendido ao vê-la brilhar imensamente no transe mediúnico. Um conhecimento inusitado surgiu para ele naquele momento.
Qual a relação entre a epífise e  a mediunidade?
Até então, sabia que a epífise era uma glândula com uma função específica, para controle da sexualidade no período infantil, contenção dos instintos, até aproximadamente os 14 anos, quando aflorava a sexualidade. Depois, decrescia em força, relaxava e quase desaparecia, sendo sucedida pelas glândulas genitais.
Era este o conhecimento da Medicina da década de 40/50 sobre o papel da epífise no organismo.  Pouco ou quase nada se reportava sobre seu importante papel na mediunidade e nem na sexualidade.
Hoje, as pesquisas avançaram muito e a American Medicai Association, do Ministério da Saúde dos EUA, possui vários trabalhos publicados sobre mediunidade e a glândula pineal. No Brasil, há várias pesquisas na área da Espiritualidade e Espiritismo e há  um grupo de psiquiatras  defendendo teses sobre o assunto. Nossos médicos, em especial o querido Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico e pesquisador espírita já refere diversas experiências  em  laboratório sobre o assunto. São pesquisas das estruturas do cérebro responsáveis pela integração Espírito/corpo; pesquisas clínicas e  de pessoas em transe mediúnico, através de testes de hormônios, eletroencefalogramas, tomografias, ressonância magnética, mapeamento cerebral, entre outros, apontando, por exemplo,  a coleta de hormônios em pacientes em estado de transe, com resultados com alterações significativas.
André Luiz descobriu um mundo novo sobre o assunto, tanto na área da mediunidade, quanto na da sexualidade:
“No campo mediúnico, a epífise está ligada à mente através do Centro de Força Coronário, que é a nossa ligação com a Espiritualidade. Através dela, a mente intensifica o poder de emissão e recepção de raios peculiares à Esfera Espiritual.
No exercício mediúnico de qualquer modalidade, a epífise desempenha o papel mais importante. As redes nervosas são como fios telegráficos para comando celulares, suprindo de energias psíquicas todos os órgãos. É a glândula da vida espiritual. “
O médium em transe mediúnico para o bem, em sintonia com as Esferas Superiores, estará com sua epífise brilhante, como André Luiz relata: “ ... núcleo radiante e, em derredor, seus raios formavam um lótus de pétalas sublimes...”.
No campo da sexualidade, aos 14 anos ela recomeça a funcionar, reativando as  sensações e as  impressões na esfera emocional, controlando o mundo emotivo e a sexualidade. 
Explica André Luiz:
“...As glândulas genitais são mecânicas, controladas pelo potencial magnético de que a epífise é a fonte fundamental. As glândulas genitais segregam os hormônios do sexo  e  a glândula pineal os “hormônios psíquicos” ou “unidades-força” que vão atuar, de maneira positiva, nas energias geradoras.”
Diante de todo esse conhecimento, o Instrutor Áulus lança uma pergunta para nossa reflexão:
“Quantas existências temos despendido na canalização de nossas possibilidades espirituais para os campos mais baixos do prazer materialista? “
Agora que temos mais conhecimento e entendimento da vida, é momento de reflexão e mudança.
E ele continua...
“Centros vitais desequilibrados obrigarão a alma à permanência nas situações de  desequilíbrio.
Refocilar-se no charco das sensações inferiores, à maneira dos suínos, é retê-la nas correntes tóxicas dos desvarios de natureza animal e, na despesa excessiva de energias sutis, muito dificilmente consegue o homem levantar-se do mergulho terrível nas sombras, mergulho que se prolonga, além da morte corporal.
Receber um corpo, nas concessões do reencarnacionismo, não é ganhar um barco para nova aventura, ao acaso das circunstâncias, mas significa responsabilidade definida nos serviços de aprendizagem, elevação ou reparação, nos esforços evolutivos ou redentores.
Regras morais para quem, de fato, se interesse pelas aquisições eternas nos domínios do Espírito.
Renúncia, abnegação, continência sexual e disciplina emotiva são providências de teor científico, para enriquecimento efetivo da personalidade. “
Renúncia: ao prazer pelo prazer; à sensação pela sensação, sem sentimento; ao orgulho; à vaidade;
Abnegação: eliminação do egoísmo, desenvolvendo relações amorosas de parceria, baseadas na moral cristã;
Continência sexual: tudo que é em excesso desequilibra;
Disciplina emotiva: respeito aos sentimentos alheios, desenvolvendo relacionamentos pautados na fidelidade, respeito e amor.
E diante de tudo isso, como o médium deve se comportar diante do sexo?
O médium não precisa abster-se do sexo, pois o mesmo é natural, força criadora, abençoado e sublime, quando praticado com responsabilidade.
O sexo pelo sexo, a troca de parceiros, orgias e desvarios sexuais, excessos, compulsividade e irresponsabilidade sexual vão desequilibrar não só ao médium, mas  a qualquer ser humano.
Aqui reside nosso foco de atenção: entender e praticar o sexo de forma equilibrada.
Alguns pontos para reflexão:
O sexo deve ser uma troca de energias praticado  com respeito e AMOR, sem excessos, pois tudo que é  realizado em excesso causará um prejuízo;
O médium deve ter cautela com suas energias, que serão utilizadas na prática mediúnica, por isso, se houver excessos, haverá também desgaste energético;
Quando existe troca de energias, sem excessos, não existe fadiga energética;
Mesmos que a relação seja sempre com o mesmo parceiro e que haja amor , o sexo em excesso, práticas desvairadas e orgias, vão levar o médium a uma sintonia com Espíritos afins;
Em qualquer situação que se entregue ao prazer desvairado estará se sintonizando com Espíritos com os mesmos propósitos, que vão vampirizar, sugar as  suas energias, participar do ato sexual do casal,  além de poder desencadear diversos processos obsessivos;
No tocante à infidelidade, as consequências   são conhecidas por todos na vida material  e no contexto espiritual se observam vários processos e compromissos  reencarnatórios, como obsessões cruéis por vinganças e ressentimentos;
O sexo equilibrado e amoroso, com respeito , moderação e responsabilidade é uma das expressões mais belas do amor e sempre vai atrair a proteção dos Benfeitores Espirituais. Assim, o casal será protegido e abençoado em sua privacidade conjugal, no momento em que troca energias de Amor.
O Espírito Emmanuel, no livro “Vida e Sexo”, pela psicografia de Francisco Cândido Xavier, finaliza nossa reflexão com maestria:
"Não proibição, mas educação.
Não abstinência imposta, mas emprego digno, com o devido respeito aos outros e a si mesmo.
Não indisciplina, mas controle. 
Não impulso livre, mas responsabilidade.
Fora disso, é teorizar simplesmente, para depois aprender ou reaprender com a  experiência. Sem isso, será enganar-nos, lutar sem proveito, sofrer e recomeçar a obra da sublimação pessoal, tantas vezes quantas se fizerem precisas, pelos mecanismos da reencarnação, porque a aplicação do sexo, ante a luz do amor e da vida, é assunto pertinente à consciência de cada um." 

Muita luzzzzzzzzzzzzzz

Luciane Ruis

23 comentários:

  1. Sexo e amor andando juntos, não prejudicam a nenhuma atividade a que se proponha o ser encarnado, e dentre tantas , a mediunidade, negar isto seria o mesmo que aceitar, que enchergariamos menos ou escutariamos menos ou que respirariamos menos caso fassamos sexo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade querido irmão.
      Agradecemos a participação.
      Muita luzzzzzzzz

      Excluir
    2. Muito boa sua resposta! Paz e Bem, meu amigo!

      Excluir
    3. Agradecemos a participação.
      Muita luzzzzzzzzz

      Excluir
  2. Excelente texto, muito elucidativo! Fica difícil dizer algo sobre esse assunto, pois não há muito material a disposição, assunto esse que só se consegue "garimpando" em muitos livros. Parabéns Luciane! Muita luz pra você também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim , querida irmã. Precisamos usar a fé raciocinada para entender como deverá ser o comportamento sexual do médium que deseja se dedicar à mediunidade com Jesus. A questão da sintonia é sempre muito importante.
      Temos um livro muito bom sobre o assunto - " Mediunidade e Sexualidade" - Odilon Fernandes,Carlos Baccelli.
      Agradecemos a participação.
      Muita luzzzzzzzzz

      Excluir
  3. ou explicação que eu precisava me sentia meio perdido nesse assunto, pois a proibição sem algo para justifica-la vira algo forçado e sem noção. gostei muito de tudo mais ainda de não proibição e sim educação :) isso que sempre tive em mente, não adianta proibir e sim educar e cada um arcar com as consequencias de seus próprios atos diante da euforia do momento, a questão do controle dos sentimentos tambem é muito importante. gostei de tudo, tudo mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma grande verdade, querido Roger.
      A educação sempre será a base da evolução de nossa sociedade, em todos os aspectos.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzzzzzz

      Excluir
  4. DEPENDERÁ, ASSIM COMO QUALQUER OUTRA ATIVIDADE, DO COMPORTAMENTO DO MÉDIUM EM RELAÇÃO AO SEXO.
    O DESREGRAMENTO É QUE PODE PROVOCAR SITUAÇÕES QUE COMPLIQUEM SUA ATIVIDADE MEDIÚNICA. ASSIM ENTENDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, irmão, tudo na vida sempre pede equilíbrio e bom senso.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzzzzzz

      Excluir
  5. Anônimo21:31

    O sexo, como se depreende das ilações de nossos amigos espirituais, não é nefasto. O que pode implicar em situações negativas é o mau uso que dele fazemos, quando nos deixamos dominar por nossos impulsos animais, transformando este ato de amor, em ato contínuo de satisfação sexual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o sexo é uma fonte de energia criadora, é divino.
      Devemos usá-lo para o bem e com amor.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzz

      Excluir
  6. SEXO É UMA FISIOLOGIA DO CORPO HUMANO... POR UMA NECESSIDADE FISIOLÓGICA PARA ATENDER UMA ENERGIA IMPULSIVA QUE VEM ATRAVÉS DA NECESSIDADE ANIMAL QUE AINDA EXISTE EM CADA UM DE NÓS... CERTAMENTE ESTA NECESSIDADE COM A EVOLUÇÃO ESPIRITUAL DE CADA UM, ELA VAI PERDENDO OS EFEITOS NO CORPO FÍSICO E PERISPIRITUAL...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sexo como fonte criadora, é um energia sublime, sempre vai exisitir, mas conforme nossa evolução será canalizado para objetivos diferentes. As pessoas em abstinência sexual por opção, podem canalizar a energia sexual para outras atividades edificantes.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzzzzzzz

      Excluir
  7. Quando eu encontrei a minha companheira, nossas energias genésicas se harmonizaram ela sentiu que nos ligávamos alma a alma. Hoje quando nos amamos nossa comunhão se manifesta em nosso cardíaco. Nosso ser se harmoniza e se completa...Somos um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo comentário querido.
      É assim que deve ser, para que o sexo seja a expressão do amor.
      Muita luzzzzzzzzzz

      Excluir
  8. Anônimo23:50

    Ótimo! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos a participação.
      Muita luzzzzzzzzz

      Excluir
  9. Anônimo15:25

    realmente o sexo não nos é proibido, mas sim, devemos sempre ter o equilibrio...mas todo médium qdo em dia de trabalho deve-se abster-se do sexo para que suas energias sejam melhor usadas durante os trabalhos mediúnicos ou de passes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sexo é uma fonte criadora. Não há desgaste quando há troca de energias. Tudo que for em excesso vai nos prejudicar, seja qual for a nossa atividade. O uso que fazemos de nossos talentos sempre vai fazer a diferença em nossas vidas.
      Participe sempre.
      Muita luzzzzz

      Excluir
  10. Anônimo18:58

    Tenho muito o que aprender ainda, sou médium e por conta de meus estudos e minha profissão nao consigo participar dos trabalhos, e sim tomar passe, quando estou na intimidade com o parceiro me sinto sem energia sexual, parece que me sugam e fico sem demonstração de afeto e me sinto meio frustrado! Quais as formas de proteção? Grato irmaos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro irmão,
      Mantenha-se sempre em sintonia com o bem, com Jesus e sempre estará forte. Continue nas assistências espirituais até quando necessitar receber e depois busque começar a doar, estudando e trabalhando. Nada nos fortalecerá mais do que o trabalho na Seara de Jesus. Experimente.
      Sugerimos também a prática do Evangelho no Lar.
      Muita luzzzzz

      Excluir
    2. Caro irmão,
      Mantenha-se sempre em sintonia com o bem, com Jesus e sempre estará forte. Continue nas assistências espirituais até quando necessitar receber e depois busque começar a doar, estudando e trabalhando. Nada nos fortalecerá mais do que o trabalho na Seara de Jesus. Experimente.
      Sugerimos também a prática do Evangelho no Lar.
      Muita luzzzzz

      Excluir

O objetivo do blog é apresentar a mediunidade à luz da Doutrina Espírita.
Estabelecemos a gentileza e a cortesia como norma de tratamento entre todos, sempre respeitando a opinião do próximo, para que estejamos sempre em um padrão vibratório positivo, que atrairá a proteção dos Benfeitores Espirituais para nosso trabalho.