Este é o mais novo espaço de nosso Arraial, buscando sempre semear novos conhecimento e esclarecimentos na divulgação da Doutrina dos Espíritos...

23 de jul de 2012

PERSONALIDADE MEDIÚNICA

Como está a sua personalidade mediúnica?
Quais valores têm demonstrado?
Quais seus deveres como médium?

Vejamos a belíssima mensagem do Espírito Emmanuel, contida no livro “Trevo de Ideias” – Francisco Cândido Xavier, com o mesmo título do artigo:

“Orientação para desenvolvimento mediúnico – esclarecimento solicitado às dezenas.
Justo ponderar que se a mediunidade pode ser definida em seus característicos gerais, cada médium é um instrumento por si, reclamando diferentes medidas de educação.
Assim como o avião, até certo ponto, depende da inteligência que o dirige, até certo limite, a mediunidade depende do médium.
Observe, pois, cada medianeiro dos espíritos as impropriedades de que se veja portador e busque suprimi-las com sinceridade, melhorando os seus recursos de ligações com os Instrutores Espirituais a fim de interpretá-los devidamente.
Por preceitos atribuíveis à conduta de qualquer médium espírita, enumeraremos alguns daqueles de que nenhum se afastará sem desvincular-se das influências edificantes:
  • Acolher os talentos mediúnicos de que seja depositário, com a responsabilidade de quem recolhe determinados valores dos quais prestará contas no momento oportuno;
  • Cultivar a prática mediúnica, situando-a, acima de tudo, em construções morais de consolo e esperança, instrução e beneficência;
  • Consagrar-se ao estudo, entesourando discernimento;
  • Zelar pela saúde do corpo físico; 
  • Praticar a higiene mental, evitando qualquer indução à irritabilidade e à maledicência;
  • Atender ao exato desempenho dos deveres que abraçou; 
  • Devotar-se ao próprio equilíbrio; 
  • Auxilia sem a pretensão de convencer;
  • Respeitar a seara de serviços que lhe foi confiada;
  • Fugir de suscetibilidade, aceitando o sofrimento e a crítica por agentes naturais e indispensáveis ao burilamento das faculdades que lhe digam respeito.

 Decerto que, no aperfeiçoamento mediúnico, é preciso se faça sempre mais e mais esforço nos domínios da elevação moral, contudo, apenas nos reportamos aos pontos indicados para considerar que, se é necessário especializar o trabalhador para garantir o rendimento da máquina, é imprescindível construir a personalidade mediúnica a fim de que a Mediunidade apresente todo o bem que seja capaz de produzir.” 


Nesta mensagem nosso querido Emmanuel nos orienta sobre importantes comportamentos que o médium deve adotar, a fim de desenvolver sua personalidade mediúnica, a serviço de Jesus:

Responsabilidade : para encarar a mediunidade como faculdade sagrada e séria, a qual não deve se dedicar apenas quando lhe sobrar tempo, mas incluí-la como oportunidade de trabalho constante em sua vida, não deixando de exercê-la por qualquer bagatela ou problema  de menor importância, como não faltar ao trabalho mediúnico por motivos banais e  se eximir das oportunidades de serviço mediúnico que a vida  apresenta constantemente;

Estudo: para entender o que é mediunidade e como utilizá-la a serviço do bem, auxiliando os Benfeitores Espirituais e não hes conferindo mais trabalho, agindo como parceiro educado e disciplinado;

Zelar pela saúde do corpo físico: entendendo saúde como um conjuntos que envolvem os aspectos físico, mental, emocional, social e espiritual , para estar bem para o bom desenvolvimento das tarefas mediúnicas e para doar fluidos de boa qualidade aos assistidos;

Praticar a higiene mental: cultivando bons pensamentos de amor e caridade, que possam proporcionar sintonia com os Bons Espíritos, para que estes possam assisti-lo na tarefa mediúnica;

Cumprir os deveres mediúnicos:  com honestidade, retidão, ética e nobreza de propósitos;

Devotar-se ao próprio equilíbrio: entendendo que o médium domina a mediunidade e não o contrário, por isso o médium deve manter-se  sempre com postura equilibrada e serena em suas tarefas;

Respeitar as opiniões diferentes: como ensina a Doutrina Espírita, fazendo sua parte da melhor forma possível, dando bom exemplo, mas nunca querendo impor os conceitos mediúnicos, lembrando que nem Jesus foi compreendido por todos;

Respeitar sua tarefa  mediúnica: com amor, dedicação, fé, caridade e humildade, buscando evitar os melindres , a vaidade e o orgulho, que só lhe afastarão de sua tarefa de luz e devoção ao próximo!

prática mediúnica intensifica a reforma íntima do médium, auxiliando na formação de  sua personalidade mediúnica voltada para a Seara de  Jesus!

Pense a respeito!!!

Muita luzzzzzzz

Luciane Ruis

2 comentários:

  1. Acho a mediunidade um previlégio, embora seja tão comum. A verdade é que muita gente a possui e desconhece esse dom, e valor a si próprio, até mais que os outros por criar para si uma aura de inúmeros benefícios morais. Até dentro do espiritismo, infelismente vemos pessoas dotadas dessa faculdade, e não usá-la corretamente a favor do proximo`como a si mesmo. Claro que não só o médium ativo deve assim proceder, e sim todos nós que sabemos da nossa responsabilidade como espírita, afinal todos nós queiramos ou não não, somos médiuns ativos ou não, pois temos comunicações com os desencarnados de uma maneira ou de outra, através de senhos, pensamentos, idéias, cujo teor pensamos ser nosso , quando na verdade, somos instrumentos dos espíritos.

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos muito pelo comentário e participação, irmã querida.
    A mediunidade é um privilégio no sentido de nos oferecer uma grande oportunidade de trabalho em favor do próximo.
    Todos somos médiuns em diferentes graduações e temos nossas tarefas, como muito bem comentou a irmã querida.
    O homem abusa de tudo e com a mediunidade não seria diferente, mas como nos dizem os Espíritos: se a mediunidade fosse concedida somente a quem dela fosse digno, qual de nós, seres ainda tão imperfeitos, poderíamos a ela nos candidatar?
    Assim sendo, Deus nos concede a oportunidade de despertarmos para o bem, através de nós mesmos e com a ajuda dos Espíritos.
    Deus contigo sempre!

    ResponderExcluir

O objetivo do blog é apresentar a mediunidade à luz da Doutrina Espírita.
Estabelecemos a gentileza e a cortesia como norma de tratamento entre todos, sempre respeitando a opinião do próximo, para que estejamos sempre em um padrão vibratório positivo, que atrairá a proteção dos Benfeitores Espirituais para nosso trabalho.